Recuperação do córrego Pastos dos Bois

Projeto do CBHSF investe em obras e na mobilização social para preservar o curso d’água, em Uruana de Minas


Córrego Pasto dos Bois, afluente da margem direita do rio São Miguel, possui extensão de aproximadamente 13,4 km, sendo a área de drenagem de sua bacia igual a 55,9 km² e perímetro de 74 km. Os grandes problemas sofridos pelo córrego são o aumento dos processos erosivos e o carreamento de sedimentos para a rede de drenagem.

Texto: Mariana Martins e Fotos: Bianca Aun

Com extensão de cerca 13 quilômetros, o córrego Pasto dos Bois vinha sofrendo com o descaso e a destruição progressiva. Suas águas eram drenadas sem controle para a irrigação das lavouras e não havia, nem mesmo, cercas protegendo a nascente. Em 2015, o projeto da CBHSF chegou para mudar a realidade.

Foram realizadas obras de intervenção na bacia que consistiram no controle de processos erosivos, adoção de práticas de conservação do solo, proteção de nascentes e adequação das estradas rurais. Dentre outros benefícios para a região, as intervenções diminuíram o assoreamento e melhoraram a qualidade das águas deste córrego afluente do São Francisco.

montagemprojetopastodosbois

Com o objetivo promover a recuperação hidroambiental do córrego Pasto dos Bois, o CBHSF está realizando obras para controlar os processos erosivos, praticas de conservação do solo, proteção de nascentes e adequação das estradas rurais. As ações vão diminuir os processos erosivos e de assoreamento, melhorando a qualidade e quantidade das águas deste córrego.

 CBHSF realizou obras de recuperação das áreas degradadas na bacia do córrego Pasto dos Bois como, por exemplo, construção de barraginhas, associada à proteção das Áreas de Preservação Permananete (APP) por meio do seu isolamento, com o objetivo de diminuir os processos erosivos acima descritos, no sentido de contribuir para a melhoria hidroambiental das bacias hidrográficas, ou seja, o incremento na quantidade de água e melhoria em sua qualidade.

Localizada no noroeste do Estado, com pouco mais de três mil habitantes, Uruana de Minas experimenta um novo paradigma ambiental, em que a educação entrou como arma de preservação. A mobilização permanente da comunidade é parte do projeto de recuperação hidroambiental da bacia do Córrego Pasto dos Bois, na região do Alto São Francisco.

“O projeto do CBHSF proporcionou aulas de educação ambiental, conscientizando muito a população sobre a importância da preservação do rio. É um projeto que continua sempre, vai se replicando”, comenta a engenheira ambiental Giani Borges, da prefeitura de Uruana de Minas.

Veja fotos da região de Uruana de Minas

<a href="https://flic.kr/s/aHskTGTn7B" target="_blank">Click to View</a>

 

Assista ao vídeo



CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page
Publicado em segunda-feira, 24 de abril de 2017