Notícias

06/12/2018

Em plenária, CBHSF, APV e CEMIG assinam acordo de cooperação para manutenção das lagoas marginais em MG


Membros do CBHSF avaliam alterações em deliberação sobre o funcionamento das Câmaras Técnicas


Com vistas à manutenção e estabelecimento das lagoas marginais no trecho mineiro da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, foi assinado, durante a manhã de hoje (06), um acordo de cooperação técnica entre o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) e a Agência Peixe Vivo (APV). O projeto prevê a criação de um sistema de previsão hidrológica e hidrodinâmica como suporte de decisão operativa à UHE Três Marias.

De acordo com o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, é uma nova porta que se abre. “Pela primeira vez o CBHSF está fazendo um termo de cooperação com uma empresa hidrelétrica. A Cemig está se dispondo a fazer a alocação de água com um propósito de recuperação hidroambiental. Temos o exemplo da Itaipu Binacional, e hoje, realizando um sonho, fazemos na nossa bacia. É um importantíssimo programa de pesquisa e estudos”, comemorou Miranda.

O CBHSF vai financiar a primeira etapa dos estudos que vão indicar qual o melhor momento do ponto de vista da piracema, do desmatamento, etc. Servirá de exemplo para realizarmos com a Chesf. ´´E um grande momento que converge no objetivo que queremos. Mudamos de realidade e é importante que as hidrelétricas entraram nesse processo de trabalho conjunto. Esse acordo é importante para as águas, para o desenvolvimento sustentável e para a biodiversidade”,

O gerente de Planejamento Energético da CEMIG, Marcelo de Deus Melo celebrou o acordo: “acredito na causa dos recursos hídricos. Estabelecemos hoje um marco diferente. Pela primeira vez um Comitê celebra um acordo com uma empresa hidrelétrica. Se, por um lado o CBHSF vai financiar os estudos, por outro, nós temos o compromisso de operar o reservatório por mais 25 anos dentro dessa nova modelagem. Estamos entregando um projeto calculado e factível. As lagoas marginais são fundamentais para a volta do peixe para o SF e tenho certeza que o CBHSF vai ter reconhecimento internacional por esse projeto”, finalizou.


Veja as fotos


Deliberação

Alterações regimentais nas Câmaras Técnicas (CTs) do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) foram pauta deste primeiro dia de plenária.

Um dos pontos versou sobre a composição das câmaras e ficou definido, após votação do plenário, que as CTs devem ter, em sua composição, membros representantes da Secretaria Nacional de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, da Agência Nacional de Águas (ANA), de cada estado da Bacia e do Distrito Federal e de cada Câmara Consultiva Regional. A composição final de cada CT será definida pela diretoria colegiada (Direc). A deliberação foi aprovada pela maioria dos membros.

Foi aprovado também o calendário de atividades para o ano de 2019.

Texto: Mariana Martins
Fotos: Ohana Padilha

Compartilhe:

Outras notícias

14/12/2018

Rádio São Francisco: Confira mais um podcast do CBHSF sobre a entrega de Planos Municipais Saneamento Básico no Baixo São Francisco

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) continua com sua agenda de financiamento e entrega de planos ...

Leia mais

14/12/2018

Programa de Mestrado Profissional Sustentabilidade em Recursos Hídricos, da UninCor, estão com as inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Mestrado Profissional Sustentabilidade em Recursos Hídricos, Universidade Vale do ...

Leia mais