Notícias

21/05/2019

CBHSF participa da III Conferência em Gestão Participativa de Reservatórios e Bacias Hidrográficas


Para debater os desafios do setor e do planejamento e gestão de recursos hídricos, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) participou do primeiro dia da III Conferência em Gestão Participativa de Reservatórios e Bacias Hidrográficas. O seminário, que aconteceu nos dias 20 e 21 de maio, foi promovido pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no Recife, e foi realizado no Auditório principal do Laboratório Integrado de Petróleo e Gás, no bairro da Cidade Universitária.


Para o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, o evento é fundamental, uma vez que o assunto tratado é bastante atual, além de trazer a universidade para uma visão mais operativa da temática das águas, ou seja, possibilita que uma série de professores e pesquisadores se debrucem sobre a gestão de reservatórios e bacias hidrográficas. “Isso, inevitavelmente, leva a uma maior aproximação da academia não só com os gestores públicos dos diversos órgãos que tratam dos recursos hídricos como leva a uma aproximação da academia com os comitês de bacias hidrográficas”, opinou.

Anivaldo destacou, ainda, o dever que a sociedade tem de se adaptar a um novo contexto. “Toda a sociedade terá que ser incluída na solução dessas questões. Os agentes do Estado não estão acostumados a compartilhar as grandes decisões nesse sentido com o restante da sociedade. Mas isso acontecerá como fruto de um processo”, disse. Ele reiterou que o Rio São Francisco não tem um “plano B” e que é preciso que a sociedade brasileira tenha consciência disso, passando a gerir de forma consciente os reservatórios e bacias hidrográficas.

Representando o reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, o pró-reitor de assuntos acadêmicos comentou da satisfação para a universidade por estar tratando de um tema tão relevante como a água, sobretudo, em um momento em que o País está em profunda sintonia com o desenvolvimento sustentável. “Aqui na universidade, temos feito um esforço para que os currículos e as formações em geral possam ir em direção aos 3 i: interdisciplinaridade, integração com a sociedade e o mundo do trabalho e a internacionalização”, afirmou.

A conferência conta com mesas de discussão divididas em seis painéis. Nesta segunda-feira, foram realizados os Painéis I, II e III, respectivamente: Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no contexto de bacias hidrográficas; Aspectos legais e institucionais do uso da água e solo; Integração no planejamento de bacias hidrográficas. Entre os assuntos abordados pelos professores e pesquisadores que fizeram parte do seminário estão os avanços na implementação das políticas públicas voltadas para a temática da água, o uso racional da água em edificações, projetos para integração de recursos hídricos com gestão ambiental e as propostas no âmbito estadual para aperfeiçoar a gestão no setor.

Compuseram a mesa a professora e organizadora do evento, Maria do Carmo Sobral; Simone Rosa, secretária-executiva de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Governo do Estado; o engenheiro civil Arlindo Philippi Junior; e representantes de órgãos estaduais.

 

Assessoria de Comunicação CBHSF:
TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social
*Texto: Isabela Alves
*Fotos: Isabela Alves

Compartilhe:

Outras notícias

18/06/2019

Rádio São Francisco: Circuito Penedo de Cinema 2019

Maior evento de cinema alagoano e já consolidado no calendário nacional do audiovisual, o Circuito Penedo de Cinema 2019 abriu ...

Leia mais

17/06/2019

A campanha Vire Carranca foi um sucesso em Bom Jesus da Lapa (BA). Assista ao vídeo das ações que aconteceram no município

O dramaturgo brasileiro Sérgio Mamberti disse certa vez que “cultura é gente, diversa, plural, multifacetada, que na identidade de cada ...

Leia mais