Notícias

07/11/2018

CBHSF entrega Planos Municipais de Saneamentos Básicos aos municípios de Jaíba, Matias Cardoso, São Romão e Ponto Chique


Em cerimônia realizada nesta terça-feira (06/11), na Câmara de Vereadores de Jaíba, durante a 30º Reunião Ordinária do Comitê de Bacia Hidrográfica Verde Grande, foram apresentados e entregues os Relatórios Finais – Documento Síntese, correspondente ao produto 06, integrante do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) dos municípios de Jaíba, Matias Cardoso, São Romão e Ponto Chique.

O coordenador geral da equipe de elaboração dos PMSBs do Instituto Geosois, engenheiro civil, José Luiz de Azevedo Campello, apresentou um panorama da realização de cada eixo e produto, em cada um dos quatro municípios. “Foram quase 18 meses de intensa mobilização, audiências, análises de documentos, visitas técnicas, reuniões, para podermos entregar a versão final fiel à realidade e necessidades de cada município. Esse momento está sendo possível graças ao empenho e parceria de cada município. Desejamos que o Plano torne-se um documento sagrado, base norteadora na área de saneamento básico e meio ambiente nos municípios de Jaíba, Matias Cardoso, Ponto Chique e São Romão”.

Adelson Toledo de Almeida, conselheiro do CBHSF, ressaltou a importância do documento para o planejamento do desenvolvimento ambiental municipal de forma sustentável, favorecendo a retração dos impactos negativos junto a bacia do São Francisco e seus afluentes.

O prefeito de Jaíba, Reginaldo Antônio da Silva, lembrou que o Plano deve ser encaminhado aos legislativos municipais para aprovação por meio de Lei municipal. “Hoje é um dia festivo, de celebração de conquista para as nossas populações. Com o Plano em mãos podemos pleitear recursos junto aos governos federal e estadual na área de saneamento e melhorar a vida do nosso povo”.

O prefeito de Ponto Chique, José Geraldo Alves de Almeida, falou que a primeira medida a ser adotada com o PMSBs em mãos é resolver um desafio prioritário para o município que é a transferência de concessão para o tratamento e distribuição da prefeitura para a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), o que não seria possível sem o Plano. Lembrou ainda que, a partir de 2019, todo município precisa ter o documento em mãos para concorrer aos programas do Estado e da União.


Confira as fotos da solenidade:


Integração para a gestão democrática e eficiente

Membros do CBHSF e Agência Peixe Vivo chegaram em Jaíba, na segunda-feira (05/11), onde reuniram-se com os integrantes do CBH Rio Verde Grande para discutir as prioridades da região e a aplicação dos recursos globais da Bacia do São Francisco e especificamente sobre a cobrança na Bacia do Rio Verde Grande.

Na oportunidade, os membros do CBHSF e Agência Peixe Vivo realizaram uma visita técnica no Rio Verde Grande e conheceram as localizações dos sumidouros cársticos, decorrentes da geologia local, mas que períodos de estiagem representam um desafio para a manutenção de boa parta da água no rio.

A diretora geral da Agência Peixe Vivo, Célia Fróes, ressaltou a importância do recurso da cobrança na bacia do Verde Grande. “O valor não é muito, a previsão orçamentária para 2019 é de menos de R$ 100 mil, mas de forma democrática e participativa podemos investir em projetos de revitalização, mobilização social e uso sustentável da bacia do Verde Grande”, comemorou a diretora.

*Texto: Núbia Primo
*Fotos: Núbia Primo

Compartilhe:

Outras notícias

14/11/2018

Jornal Travessia – edição de novembro/2018

A edição online da 19ª edição do Jornal Travessia do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) já ...

Leia mais

14/11/2018

CBHSF irá participar do XIV Simpósio de Recursos do Nordeste que acontecerá em Maceió (AL)

O evento é uma iniciativa da Associação Brasileira de Recursos Hídricos, que tem o intuito de promover avanços na pesquisa ...

Leia mais