Notícias

11/06/2019

Assista ao vídeo das atividades da campanha “Eu viro carranca pra defender o Velho Chico” que aconteceram em Pão de Açúcar (AL)


A cidade alagoana Pão de Açúcar foi uma das quatro cidades brasileiras escolhidas para sediar a campanha “Eu viro carranca para defender o Velho Chico”, nos dias 2 e 3 de junho. Durante os dois dias, centenas de pessoas foram alcançadas, através de conscientizações em defesa do rio São Francisco, que aconteceram na beira do rio e durante a feira livre do município. A campanha levou a informação de diversas formas à comunidade, com apresentações culturais, regata de canoas, palestras, concurso de redação, exposição, visitas guiadas e educativas.


Confira como foi:


Campanha ‘Eu viro carranca pra defender o Velho Chico’

Há seis anos, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) instituiu a data de 3 de junho como o Dia Nacional em Defesa do Velho Chico que é comemorado com a campanha ‘Eu viro carranca pra defender o Velho Chico’. A comemoração já se inseriu no calendário do país como a mais importante data para lembrar que o São Francisco, um dos mais importantes cursos d’água do Brasil e da América Latina, com quase três mil quilômetros de extensão, sofre com a seca prolongada e a degradação ambiental.

A campanha que foi lançada em 2014 se propõe a despertar uma conscientização ativa em toda população no tocante a preservação do rio, além de inspirá-la a mobilizarem-se pelo uso responsável das águas do Velho Chico.

 

Assessoria de Comunicação CBHSF:
TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social
*Texto: Carolina Leite
*Fotos: Edson Oliveira
*Vídeo: Bluesvi Santos e Azael Gois

 

Compartilhe:

Outras notícias

19/06/2019

Assista ao vídeo da campanha Vire Carranca em Três Marias (MG)

Carinhosamente conhecida como ‘Mar Doce de Minas’, Três Marias é um município brasileiro localizado na região Central de Minas Gerais, ...

Leia mais

19/06/2019

Perdas de água potável seriam suficientes para abastecer 30% da população brasileira por um ano

Estudo do Instituto Trata Brasil mostra que vazamentos, furtos, erros de leitura do hidrômetro, entre outros fatores, causaram um prejuízo ...

Leia mais