Notícias

06/02/2019

Assista à reportagem da Inter TV, afiliada da Rede Globo, sobre a reunião realizada em Felixlândia que debateu sobre os impactos da lama da rejeitos


O encontro aconteceu nessa segunda-feira (4), em Felixlândia (MG), município localizado próximo ao ponto em que o rio Paraopeba deságua no São Francisco.


Organizada pela região do Alto São Francisco, que é responsável pela atuação desde a nascente na Serra da Canastra até a cidade de Pirapora, no Norte de Minas Gerais, a reunião teve a presença das associações de pescadores e piscicultores, de produtores rurais, de universidades, de geógrafos, dos comitês da Bacia Hidrográfica do Paraopeba e do rio das Velhas, da Agência Peixe Vivo, das prefeituras de Felixlândia (MG), Paraopeba (MG), Três Marias (MG), Morada Nova de Minas (MG), Paineiras (MG), São Gonçalo do Abaeté (MG), Curvelo (MG), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semad), Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), do Ministério Público Federal (MPF), da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), da Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo e da mineradora Vale.

Assista à reportagem. 

Compartilhe:

Outras notícias

18/02/2019

Pluma de rejeitos chega a Retiro Baixo

A pluma de rejeitos da barragem de Brumadinho, Minas Gerais, já chegou ao reservatório da Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo. ...

Leia mais

18/02/2019

Revista Chico: O cangaceiro dândi

Entre armas e agulhas de bordar, Lampião se transformou no maior ícone do sertão brasileiro. Neste ensaio, as várias facetas ...

Leia mais