Notícias

16/05/2019

ANA apresenta aplicativos para monitoramento de chuva e consumo de água

Alexandre Lima, coordenador de Conjuntura e Gestão da Informação da Superintendência de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA


Ainda pela manhã, a programação da XXXVI Plenária Ordinária também contou com a participação da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA).


Alexandre Lima, coordenador de Conjuntura e Gestão da Informação da Superintendência de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA, apresentou o Relatório Anual de Conjuntura de Recursos Hídricos no Brasil versão 2018. O Relatório chegou a sua décima edição onde constam diversas informações do sistema de águas brasileiro como dados sobre as massas de água artificiais e naturais, a evolução da capacidade de armazenamento de água, o padrão de precipitação e disponibilidade de recursos hídricos em diversos pontos do Brasil.

O técnico apresentou ainda informações relativas ao Rio São Francisco como a influência da malha hídrica e a operação nas 167 estações de tratamento de esgoto em operação na região. Alexandre explicou também que a maior demanda por água no São Francisco é por irrigação por meio de pivôs e que as culturas mais comuns no Alto São Francisco e no Oeste baiano são de cana-de-açúcar e arroz. Outra informação importante trazida no Relatório é sobre o estresse hídrico no Brasil. O balanço hídrico é feito com base nas informações hidrológicas e de uso da água e apresenta dados das bacias que mais sofrem pressão do ponto de vista quantitativo, além das informações de caráter qualitativo. “São bacias onde precisamos atuar de forma mais consistente. Notamos que grande parte da bacia hidrográfica do São Francisco possui uma série de microbacias em área de tensão que precisamos ter atenção”, relatou.

Walszon Terllizzie, coordenador de Dados e Informações Hidrometereológicos da ANA

Em seguida, Walszon Terllizzie, coordenador de Dados e Informações Hidrometereológicos da ANA apresentou o aplicativo Hidroweb, desenvolvido pela Agência, para monitoramento de chuva e vazão. A ferramenta, que é gratuita, pode ser instalada em aparelhos com sistema Android e IOS e tem como objetivo levar a todos os brasileiros, em tempo real, dados sobre níveis de chuva em várias cidades e vazão dos principais rios brasileiros. Os dados são coletados em mais de 3 mil estações hidrometeorológicas gerenciadas pela ANA. No aplicativo é possível encontrar os dados por proximidade do usuário e descobrir se as estações são fluviométricas (monitoram nível e vazão de rios) e/ou pluviométricas (acompanham chuvas). O aplicativo também fornece informações por estado, município, bacia hidrográfica, rio, entidade responsável ou operadora das plataformas. Também é possível acessar, por estação, dados de chuvas, nível e vazão do último dia, semana, mês e ano.

Para baixar na Play Store (Android), acesse: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.ana.hidroweb
Para baixar na App Store (IOS), clique em: https://itunes.apple.com/br/app/hidroweb/id1453212814
Para acessar por computadores acesse: http://www.snirh.gov.br/hidroweb/publico/mapa_hidroweb.jsf


Veja as fotos das apresentações:


 

Assessoria de Comunicação CBHSF:
TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social
*Texto: Flávia Azevedo
*Fotos: Ricardo Botelho

Compartilhe:

Outras notícias

19/06/2019

Diretoria do Comitê se reúne em Maceió para planejamento de ações

A Diretoria Colegiada (Direc) do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) apreciou uma extensa pauta deliberativa nesta ...

Leia mais

18/06/2019

Rádio São Francisco: Circuito Penedo de Cinema 2019

Maior evento de cinema alagoano e já consolidado no calendário nacional do audiovisual, o Circuito Penedo de Cinema 2019 abriu ...

Leia mais